WebMail  


Previsão do Tempo

23/04/2018 - Segunda-feira

Apucarana

28
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Aquidaban

30
16
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Bom Sucesso

29
17
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Borrazópolis

28
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Cambira

27
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Campo Alegre de Goiás

28
16
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Catalão

27
16
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Cristalina

26
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Força feminina impulsiona grandes conquistas no campo

27/03/2018 - 16:45:55  Cocari
Redação da C7 Comunicação


Se pararmos para analisar, as mulheres sempre estiveram à frente de importantes feitos para a humanidade. 


Na área de ação da Cocari, Vanessa Aparecida Gobetti Bolognini, 35 anos, é um exemplo do que a determinação das mulheres é capaz de conquistar. De calça jeans, blusa rosa, pequenos brincos nas orelhas e bota no pé, se engana quem confunde a aparência delicada com fragilidade. Como toda mulher, Vanessa tem o dia a dia bastante corrido, dividindo seu tempo entre compromissos familiares e profissionais. É administradora, esposa, mãe, dona de casa, agricultora, transportadora de cereais, integrante da Liderança Feminina da Cocari e ainda encontra tempo para cuidar de uma loja de brinquedos e artigos para casa. 


 


Amor pela agricultura 


Vanessa viveu no campo quando criança, mas o contato com o meio rural se estreitou após seu casamento, quando passou a auxiliar o marido, o cooperado Silvio Eleno Bolognini. Segundo ela, o amor pelo campo se fortaleceu ao ver o desenvolvimento das culturas, ao observar como uma semente evolui para planta, como se dá o crescimento da lavoura e, por fim, o processo de colheita dos cereais.  


Entre outras funções, a principal contribuição na propriedade é com o transporte de grãos. Vanessa conta que tinha muito medo de dirigir, até mesmo carro, mas devido à necessidade, teve de enfrentar mais este desafio quando seu filho mais novo nasceu. Alguns anos mais tarde, tirou a carteira de caminhão e, novamente diante de um grande desafio, começou a realizar o transporte dos cereais até a Cocari, após o motorista da propriedade ter abdicado do cargo. “Quando meu marido viu que eu dava conta do recado, fiquei com a função do transporte. Na primeira vez tive muito medo, bastante insegurança, já que não tinha experiência de dirigir caminhão. Fora o receio de chegar com segurança ao local, pois estava sob minha responsabilidade o transporte de toneladas de grãos, fruto de um trabalho bastante árduo”, ressalta Vanessa.


 


Conquistando espaço


A função de Vanessa no transporte da safra não passou despercebida. Ela comenta que muitos criticaram achando que os dois estavam doidos em deixar que ela cuidasse do transporte sozinha. “Sou a única mulher de São Pedro do Ivaí que sai da roça e leva a produção para a cooperativa”, afirma Vanessa. Por mais que muitas vezes seja alvo de brincadeiras, ela encara a situação com bom humor, dizendo que com o passar do tempo as pessoas começaram a reconhecer e admirar seu esforço, ganhando assim muito respeito entre os agricultores da região.


No período de entressafra, quando os serviços no campo diminuem, a agricultora se dedica mais aos filhos, Emily, de 17 anos, e Luiz Eduardo, de 10, e sempre que possível gosta de acompanhar os estudos dos filhos para poder ajudá-los. Além disso, é neste período que Vanessa cuida da parte burocrática da propriedade, sendo responsável pela negociação com a cooperativa  e com o financiamento sobre quais insumos adquirir. “Meu marido também sabe mexer com essa parte, mas não gosta muito e eu já peguei o costume, então acabo cuidando de toda essa parte”, destaca. 


 


Liderança Feminina


A participação das mulheres no campo vem crescendo consideravelmente. De acordo com a 7ª Pesquisa Hábitos do Produtor Rural, da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA) e FNP/Informa, uma em cada três propriedades rurais do país têm mulheres com poder de decisão no futuro da propriedade, um montante que chega a 30%. Há cinco anos, este número era bem menor, de 10%. 


A Cocari trabalha no fortalecimento da atuação da mulher nas diversas iniciativas que envolvem a vida no campo. São realizados cursos e encontros reunindo cooperadas, esposas e filhas de associados, atividades que propiciam também o desenvolvimento pessoal. 


Formada em administração, Vanessa integra a Liderança Feminina da cooperativa há aproximadamente quatro anos, contudo já participava dos eventos da cooperativa. Ela comenta que aprendeu muito com os cursos, que ajudaram a atualizar a sua formação, aperfeiçoando assim não só o seu controle sobre a propriedade, mas também questões de negociação. “Participar da Liderança Feminina proporciona muitos conhecimentos para a minha vida”, salienta. “Se não tivesse a Cocari, como faríamos para comercializar a produção, onde deixaríamos os produtos com essa segurança que o cooperativismo traz? Além disso, a cooperativa promove ações que beneficiam pessoas da comunidade e também o meio ambiente”, aponta.   


A agricultora deixa inclusive um recado para todas as mulheres. “Acho que devemos ter mais interesse em aprender, conhecer a realidade da agricultura e da propriedade. A mulher tem que ficar por dentro do trabalho porque, caso precise, um dia poderá assumir as atividades, e para isso é necessário buscar conhecimentos. Toda mulher, independentemente da situação, nunca deve se acomodar, é preciso buscar seu espaço, se valorizar e se amar”, finaliza Vanessa, heroína de casa, da lavoura, do transporte e até mesmo da parte burocrática. 

Últimas Notícias

 
COOPERATIVISMO IMPRENSA
 
RECURSOS HUMANOS CONTATO
 
 
COCARI
COCARI - Cooperativa Agropecuária e Industrial
Rua Lord Lovat, 420 - Jardim Esplanada
CEP: 86975-000 - Mandaguari - PR
Fone: (44)3233-8800
Entre em contato conosco
Copyright © 2015 COCARI - Todos os direitos reservados