WebMail  


Previsão do Tempo

22/06/2018 - Sexta-feira

Apucarana

25
13
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Aquidaban

25
11
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Bom Sucesso

26
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Borrazópolis

25
12
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Cambira

24
13
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Campo Alegre de Goiás

26
13
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Catalão

27
16
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Cristalina

24
12
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Dia de Campo - Cooperados conferem nas lavouras experimentais o que podem levar para as propriedades

09/03/2018 - 10:35:58  Cocari
Redação da C7 Comunicação


Apresentar tecnologias para melhor plantabilidade e aumento da produtividade é foco constante das ações da Cocari junto aos cooperados.  Nesse sentido, a 15ª edição do Dia de Campo de Culturas de Verão, realizada nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro, reuniu mais de 1.400 produtores no Centro Tecnológico da cooperativa (CTC), para demonstração dos resultados das parcelas desenvolvidas nos campos experimentais, visando contribuir para o alcance de altas produtividades em suas propriedades. 


O evento ocorreu com apoio e participação de instituições de pesquisa e empresas parceiras, que disponibilizaram o portfólio de produtos e as melhores tecnologias, maquinários e implementos agrícolas. “A produtividade na agricultura vem evoluindo e é importante contar com a tecnologia que temos a nossa disposição para esse crescimento”, disse o presidente da Cocari, Vilmar Sebold. “Hoje, temos na Cocari mais de 70 profissionais no campo para auxiliar o produtor a obter melhor resultado, maior rentabilidade, com diminuição do custo de produção”, frisou Sebold.  


Há aproximadamente 15 anos, 80 sacas de soja por alqueire era considerado um excelente volume de produção, mas os tempos são outros. A meta da cooperativa é elevar a produtividade dos associados para 200 sacas por alqueire, conforme comentou o vice-presidente Dr. Marcos Trintinalha. “Na safra passada, já vimos muitos produtores alcançarem 180 sacas, em média, por alqueirinho. No passado, 80 sacas já era motivo de comemoração. A diferença é que tínhamos melhores preços, com mercado mais favorável, situação que temos de compensar com a alta produtividade. E para isso precisamos das tecnologias”, observa o vice-presidente da cooperativa. “O interessante é que os experimentos desenvolvidos no CTC podem ser feitos nas propriedades, para alcançar esses índices, independentemente da cultura”, destacou Dr. Marcos Trintinalha. 


 


Melhores soluções




As parcelas apresentadas durante o evento envolveram todos os profissionais do Departamento Técnico da Cocari (Detec), que, tomando como base as dificuldades do dia a dia, analisaram os experimentos, optando pelas melhores soluções a serem aplicadas nas áreas dos cooperados.


Chuvas constantes, ocorridas nos dias que antecederam a realização do dia de campo não prejudicaram as lavouras. “As nossas parcelas realmente estão muito boas. O desenvolvimento das lavouras de soja e de milho está bem visual, o que torna possível que o produtor confira os resultados no campo experimental, e isso é gratificante”, destacou o engenheiro agrônomo responsável pelo CTC, João Batista Gonçalves Dias da Silva.  


Uma das estações conduzidas pelo Detec usou a tecnologia aplicada à plantabilidade, com três discos de plantio distintos com velocidade diferente da máquina.


Outra parcela analisou a tecnologia de aplicação, utilizando bicos diferentes.


O estande sobre plantas daninhas chamou a atenção do produtor para a quantidade de espécies expostas na fachada, provocando-os a visitarem e conhecerem os produtos adequados para o bom controle dessas plantas.


Foram desenvolvidos ainda pela equipe do Detec alguns experimentos sobre a fertilidade da planta, adubação e épocas de plantio, mostrando ao produtor como usar as variedades de soja em seu arranjo dentro da propriedade, com ciclo precoce ou mais longo, na época certa de plantio.


Incentivo à visitação


Nesta edição, ao passar pelos estandes das empresas parceiras, os produtores recebiam um carimbo em seu crachá e aqueles que acumulassem acima de 10 marcações concorriam ao sorteio de uma TV ao final de cada dia do evento. Essa foi mais uma forma de incentivo da cooperativa para que o produtor intensifique a busca por conhecimentos que possam agregar maior rentabilidade no campo. 


O superintendente de Logística Integrada da Cocari, Jacy Cesar Fermino da Rocha, falou sobre a mudança. “As empresas parceiras estão divulgando seus produtos, as variedades de soja, os híbridos de milho. Temos novidades em implementos agrícolas e estandes de instituições de pesquisa, que trabalham em parceria com a Cocari, trazendo as melhores tecnologias disponíveis no mercado para o conhecimento do cooperado e utilização em suas lavouras. A intenção é de que todos os estandes sejam visitados, para que os produtores possam conferir tudo o que foi preparado sobre a aplicação das tecnologias que contribuem para o alcance da produtividade planejada, de 200 sacas por alqueire”, observou.


 


Palestras no CTC


Outra novidade foram as palestras realizadas num auditório montado no CTC, em ambiente climatizado. Uma das palestras teve como tema “Como aproveitar oportunidades e a inovação numa estratégia de sucessão familiar?”, ministrada pelo engenheiro agrônomo M.Sc. Celso Daniel Seratto, da Emater – Unidade Regional de Maringá.  “A palestra reforça a autonomia que os jovens precisam ter na gestão das propriedades. Essa é a realidade dos produtores, que aos poucos estão delegando responsabilidades para os filhos, sendo um assunto bastante importante por ser tratado em conjunto com a família, reunindo os visitantes do dia de campo para esse debate necessário”, destacou o superintendente de Logística Integrada, Jacy Cesar Fermino da Rocha. 


No período da tarde, o tema abordado foi técnico. “Critérios e práticas de manejo para construção de lavouras de alta performance”, apresentados por Henry Sako, consultor da DK Ciência Agronômica. O tema vem ao encontro da necessidade de aumento da produtividade nas lavouras, assunto em constante debate entre cooperativa e produtores, que juntos buscam maneiras de maximizar os resultados dos cooperados no campo.


 


Balcão de Negócios


O momento político e econômico do país é de instabilidade, o que provoca a oscilação do dólar e impacta diretamente na vida de todos os brasileiros, de forma que cada um é responsável por analisar as melhores opções de planejamento. No que se refere aos seus cooperados, no dia de campo a Cocari disponibilizou o Balcão de Negócios, para que pudessem otimizar o tempo e aproveitar a oportunidade para planejar a safra 2018/2019. E para aqueles que fecharam o pacote durante o evento, foi assegurado o óleo diesel do próximo ano, com prazo de safra e moeda soja, negociação que o produtor conhece muito bem. “Temos algumas situações no Brasil que ainda não conseguimos vislumbrar como serão definidas, mas o produtor pode definir em relação ao planejamento da sua safra”, apontou Vilmar Sebold.


Foram elaborados pacotes diferenciados para os associados fiéis, que movimentam de 80 a 100% da produção com a cooperativa. “Somos uma cooperativa diferenciada pelo atendimento e estamos à disposição dos produtores para realizar sempre o melhor trabalho, para que a Cocari e nossos associados continuem crescendo e se fortalecendo”, completou Dr. Marcos Trintinalha.


As oportunidades apresentadas no Balcão de Negócios, lançadas durante o dia de campo, também foram levadas para as unidades, para que o produtor possa aproveitar as condições especiais na compra de insumos para a safra 2018/2019.


Equipe Técnica Cocari

Últimas Notícias

 
COOPERATIVISMO IMPRENSA
 
RECURSOS HUMANOS CONTATO
 
 
COCARI
COCARI - Cooperativa Agropecuária e Industrial
Rua Lord Lovat, 420 - Jardim Esplanada
CEP: 86975-000 - Mandaguari - PR
Fone: (44)3233-8800
Entre em contato conosco
Copyright © 2015 COCARI - Todos os direitos reservados