WebMail  


Previsão do Tempo

23/04/2018 - Segunda-feira

Apucarana

28
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Aquidaban

30
16
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Bom Sucesso

29
17
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Borrazópolis

28
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Cambira

27
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Campo Alegre de Goiás

28
16
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Catalão

27
16
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Cristalina

26
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Abrass diz que apoiará derrubada de vetos que tratam do Funrural

12/01/2018 - 17:07:00 



São Paulo, 12 - A Associação Brasileira dos Produtores de Sementes de Soja (Abrass) publicou em seu site nota explicativa aos associados sobre como se dará a cobrança do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural) após a sanção, pelo presidente da República, da Lei 13.606/2018, que criou o programa de parcelamento das dívidas do imposto.

Conforme a Abrass, a principal modificação que a lei traz para o setor é a alteração da alíquota do Funrural no caso do empregador rural pessoa física. "Nesta situação, a alíquota foi reduzida de 2% para 1,2% sobre a receita bruta da sua comercialização. Para o empregador rural pessoa jurídica nada mudou", diz a Abrass. Além disso, a associação destaca que o recolhimento previdenciário por meio da folha de pagamento poderá ser feito pelos produtores já a partir de janeiro de 2019.

Sobre o parcelamento de dívidas do Funrural, a Abrass avisa que os produtores e compradores terão agora até 28 de fevereiro para aderir ao Refis Rural, que está contemplado na nova lei. "Caso não seja feita a solicitação para inclusão no programa e não haja mudança de interpretação da constitucionalidade do Funrural por parte do STF, a dívida poderá ser executada pela Receita Federal pelo montante completo das contribuições acumuladas", diz o comunicado.

Em relação aos vetos à lei feitos pelo presidente da República, a Abrass comenta que cabe ao Congresso Nacional analisá-los, com a possibilidade de derrubá-los. Assim, a associação informou que vai solicitar à Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) a derrubada do veto que trata da cobrança do Funrural sobre a comercialização de sementes. "Justificamos o pedido baseado na elevada participação dos royalties incidentes no preço final da semente. Desta forma, há uma cobrança desproporcional e injusta da contribuição previdenciária deste insumo", diz.

Últimas Notícias

 
COOPERATIVISMO IMPRENSA
 
RECURSOS HUMANOS CONTATO
 
 
COCARI
COCARI - Cooperativa Agropecuária e Industrial
Rua Lord Lovat, 420 - Jardim Esplanada
CEP: 86975-000 - Mandaguari - PR
Fone: (44)3233-8800
Entre em contato conosco
Copyright © 2015 COCARI - Todos os direitos reservados