WebMail  


Previsão do Tempo

20/01/2018 - Sábado

Apucarana

29
20
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Aquidaban

30
22
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Bom Sucesso

30
22
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Borrazópolis

30
21
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Cambira

28
20
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Campo Alegre de Goiás

32
19
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Catalão

33
21
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Cristalina

30
18
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

EUA: produção de carnes foi recorde com preços baixos de grãos e demanda

12/01/2018 - 21:21:00 



Washington, 12 - Pecuaristas e companhias processadoras de carne nos Estados Unidos produziram um recorde de 45,2 milhões de toneladas de carne vermelha e de frango no ano passado, de acordo com estimativas do Departamento de Agricultura do país (USDA), e podem superar esse volume em 2018. Tyson Foods, Sanderson Farms e outras empresas estão construindo novas unidades que devem resultar em um aumento de 3,8% na produção norte-americana de carnes em 2018, o maior crescimento em mais de 20 anos.

O rebanho bovino nos EUA se expandiu em 12% nos últimos quatro anos. Empresas produziram um recorde de 21,6 milhões de toneladas de carne de frango no ano passado, e o ritmo de abate de suínos foi o mais rápido já registrado. O aumento dos rebanhos e dos plantéis vem se traduzindo em custos mais baixos e maiores lucros.

Em novembro, a Tyson Foods disse que seu lucro por ação no ano fiscal 2017 foi recorde, enquanto a Hormel Foods obteve sua maior margem anual de lucro. Já a Sanderson Farms disse que vendeu 1,9 milhão de toneladas de carne de aves no ano passado.

Preços baixos de grãos estão contribuindo para o boom de animais de produção. Cinco anos consecutivos de safras robustas pressionaram as cotações de milho e de soja, com reflexos nos preços de ração animal. Além disso, a demanda robusta nos EUA e no exterior estimulou empresas processadoras de carne a construir mais e maiores frigoríficos.

Segundo analistas, esse aumento de produção pode resultar em preços mais baixos nos restaurantes e em supermercados este ano. Mas os americanos também devem consumir mais carne do que nunca em 2018, graças em parte ao fortalecimento da economia. A expectativa é de um consumo per capita de 101 quilos este ano, de acordo com projeção do USDA.

As exportações também devem crescer, com a expansão da classe média e o maior consumo de proteína no Sudeste Asiático, na América Latina e em outras regiões. Cerca de 15% da produção de carne dos EUA é exportada.

Essa perspectiva, porém, pode não se concretizar se a oferta superar a demanda ou se disputas comerciais prejudicarem as exportações norte-americanas. Para alguns analistas, o consumo dificilmente vai acompanhar a rápida expansão da indústria de carnes. "Acho que o aumento da oferta vai superar o crescimento da demanda pelos próximos dois a três anos", disse a analista Heather Jones, do Vertical Group. Fonte: Dow Jones Newswires

Últimas Notícias

 
COOPERATIVISMO IMPRENSA
 
RECURSOS HUMANOS CONTATO
 
 
COCARI
COCARI - Cooperativa Agropecuária e Industrial
Rua Lord Lovat, 420 - Jardim Esplanada
CEP: 86975-000 - Mandaguari - PR
Fone: (44)3233-8800
Entre em contato conosco
Copyright © 2015 COCARI - Todos os direitos reservados