WebMail  


Previsão do Tempo

23/04/2018 - Segunda-feira

Apucarana

28
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Aquidaban

30
16
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Bom Sucesso

29
17
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Borrazópolis

28
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Cambira

27
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Campo Alegre de Goiás

28
16
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Catalão

27
16
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Cristalina

26
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Passada a fase de lançamento, entra oficialmente em vigor o Projeto RPM

02/01/2018 - 11:52:19  Cocari
Redação da C7 Comunicação


Depois de eventos em toda a área de ação da cooperativa, para apresentação e esclarecimentos sobre detalhes do Projeto RPM, que vai elevar a Cocari ao patamar das melhores cooperativas do Brasil, no dia 1º de dezembro ocorreu a oficialização do planejamento estratégico para o quadriênio 2018-2021, em jantar ocorrido na Associação Atlética Cocari, em Mandaguari. Entre os dias 2 de outubro e 30 de novembro foram promovidos 17 eventos, que reuniram 2.500 pessoas, entre colaboradores e cooperados de 18 municípios e cinco distritos, dos estados do Paraná, Goiás e Minas Gerais.



 



Alçando voos mais altos



O presidente Vilmar Sebold esclareceu, ponto a ponto, a proposta do projeto.  “As reuniões nos entrepostos foram realizadas levando em conta o momento distinto que vive cada unidade”, apontou o presidente.



Ele enfatizou que, uma vez entendidos os objetivos, a cooperativa entra oficialmente na rota de mudanças e adequações, colocando em prática o ousado planejamento para alcance das metas, respeitando a história que a trouxe até esse nível de reconhecimento, mas alçando voos muito mais altos.



Além de Vilmar Sebold, participaram o vice-presidente, Dr. Marcos Trintinalha, o diretor executivo, João Carlos Obici, integrantes dos conselhos de Administração e Fiscal, cooperados, superintendentes, gerentes, colaboradores e convidados.



 



Momento é de transformação



Sebold destacou os pontos principais do projeto que vai trabalhar com foco em Resultado, Pessoas e Mercado. As cooperativas do Paraná representam quase 60% do PIB do agronegócio e o PRC 100, planejamento estratégico do Sistema Ocepar, pretende que até 2020 as cooperativas alcancem faturamento de R$ 100 bilhões. “O planejamento da Cocari vem para fortalecer a cooperativa diante de um mercado cada vez mais acirrado”, observou. 



O momento é de transformação e o desafio envolve não só a diretoria e conselhos, mas os colaboradores como um todo. “É momento de reforçar a importância da existência da Cocari, da nossa missão, nossos valores, nossa visão de futuro, e o que queremos para a nossa região”, avaliou o presidente.



 



Resultado, pessoas e mercado



No tocante a resultados, a proposta do RPM é que o uso de tecnologias nas lavouras venha a contribuir para o aumento da produtividade e redução de custos de produção, o que vai representar crescimento no recebimento de grãos e no faturamento da cooperativa. “Queremos aumentar nosso recebimento de 21,6 milhões, para 28,2 milhões de sacas”, comentou Sebold. 



Paralelamente, o investimento nas pessoas, com intensificação da capacitação, treinamento, conhecimento técnico e aprimoramento dos colaboradores, resultará em maior eficiência e excelência no atendimento das necessidades dos cooperados no campo.



Outra vertente para alcançar resultados é diversificar os negócios e ampliar o portfólio de produtos, com o objetivo de atender a demanda e corresponder à competitividade do mercado do agronegócio.



Somadas, as ações vão garantir o alcance das metas, indo ao encontro do que, em gestão, é o princípio básico. “Para começar a ganhar é preciso parar de perder”, destacou Vilmar Sebold.



 



Evoluir é uma questão de opção



O evento contou com palestra do escritor Luciano Salamacha, autor de diversos livros, entre eles, ‘Stakehand – 5 passos simples para solucionar qualquer situação do dia a dia’.



Baseado em fundamentos neurocientíficos e psicológicos, com muito bom humor, o palestrante aguçou a percepção dos participantes para os objetivos da Cocari ao implantar o Projeto RPM como estratégia de crescimento.



Salamacha chamou atenção para o fato de que, desde os primórdios, o homem vive em bando, e a união sempre foi uma estratégia para o fortalecimento no enfrentamento dos problemas e para a própria sobrevivência, como no cooperativismo. “A Cocari, quando faz um planejamento estratégico, está dizendo o que seu bando quer, o que precisa para sobreviver”, analisou. “Planejamento estratégico tem a finalidade de não tirar as pessoas do foco”, acrescentou.



O professor salientou que, em um ano tão difícil, enquanto todos os segmentos estão em crise, a Cocari cresceu, pela coragem de inovar. “Evoluir é uma questão de opção. Quem teve coragem fez história. Quem tem humildade, pede ajuda, copia, mas resolve os problemas”, observou.



Fazendo alusão aos vários momentos da história da Cocari, Luciano Salamacha ressaltou que a felicidade é uma meta contínua, ou seja, quando se atinge determinado patamar, é hora de superar, nunca estagnar. “Quando encontramos a felicidade, ela já não é suficiente”, ponderou. “Quando a empresa acha que chegou ao topo, quando se acha o máximo da cadeia, é arrogante e o arrogante sempre acha que não dá para aperfeiçoar”, apontou. “É preciso subir a régua, construir a própria verdade, colocar energia em cada ação e fazer bem feito, porque, para fazer mal feito, a energia que se emprega é a mesma, mas não traz o mesmo resultado”, analisou.



Em sua visão, cooperados e colaboradores devem aproveitar o melhor momento da história da Cocari, e olhar para trás apenas para ver como a cooperativa era e como está atualmente. “Jamais pensem que a Cocari já atingiu o suprassumo da gestão e dos resultados e que não dá para fazer mais. Quem fica preso ao passado não consegue ter as mãos livres para agarrar o futuro. Cooperados e colaboradores vão mudar a história da Cocari colocando esse planejamento estratégico em prática”, assegurou Salamacha.



Na ocasião, foram disponibilizados 120 exemplares do livro ‘Stakehand’, que foram sorteados entre os participantes do evento. 



 



Vencedores no simulador de Fórmula 1



Durante cada evento de apresentação do Projeto RPM, cooperados e colaboradores puderam competir no carro simulador de corrida, com tamanho e características semelhantes aos da Fórmula 1, com marcação dos tempos de cada participante. Rankings classificatórios com as 10 melhores marcas feitas por cooperados e os 10 melhores índices alcançados por colaboradores deram origem ao ranking final, quando os 20 participantes puderam passar novamente pelo simulador.



Nesta grande final, realizada na Associação Atlética Cocari, em Mandaguari, na manhã do dia 1º de dezembro, cada finalista teve o direito de correr cinco voltas, quando foram definidos os campeões da competição. Todos receberam medalhas pelo desempenho e os três primeiros subiram ao pódio para receber os troféus pela conquista. O primeiro colocado ganhou uma viagem com acompanhante para o Rio Quente Resorts, em Rio Quente-GO.



 



1 º lugar: Cláudio Muller – Cooperado de Marilândia do Sul, com tempo de 1:09:47;



2 º lugar: Caio Henrique Pacheco – Colaborador da sede, com tempo de 1:13:88;



3 º lugar: Adriano Basso – Cooperado de Borrazópolis, com tempo de 1:13:89.


Últimas Notícias

 
COOPERATIVISMO IMPRENSA
 
RECURSOS HUMANOS CONTATO
 
 
COCARI
COCARI - Cooperativa Agropecuária e Industrial
Rua Lord Lovat, 420 - Jardim Esplanada
CEP: 86975-000 - Mandaguari - PR
Fone: (44)3233-8800
Entre em contato conosco
Copyright © 2015 COCARI - Todos os direitos reservados