WebMail  


Previsão do Tempo

23/10/2017 - Segunda-feira

Apucarana

25
17
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Aquidaban

24
15
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Bom Sucesso

26
19
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Borrazópolis

24
12
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Cambira

24
17
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Campo Alegre de Goiás

29
20
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Catalão

25
18
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

Cristalina

27
19
temp.
iconemanhã
iconetarde
iconenoite

AgRural: colheita da segunda safra de milho atinge 36% da área no Centro-Sul

14/07/2017 - 17:29:00 
Leticia Pakulski


São Paulo, 14 - A colheita da segunda safra de milho atingiu 36% da área no Centro-Sul do Brasil, informou a consultoria AgRural nesta sexta-feira, 14. Os trabalhos avançaram 13 pontos porcentuais em uma semana, mas seguem atrasados ante igual período de 2016, quando houve quebra de safra e 46% da área já estava colhida. A média de quatro anos é de 35%.

Segundo a AgRural, com previsão de continuidade do tempo seco, que favorece os trabalhos nas próximas semanas, parte dos produtores tem optado por colher mais lentamente e tirar o milho do campo com a menor umidade possível. "A falta de espaço nos armazéns, somada ao atraso no plantio de Estados como Paraná e São Paulo, também tem influenciado o ritmo da colheita", apontou.

São Paulo e Paraná, que colheram apenas 6% e 19%, respectivamente, são os Estados onde há maior atraso em relação ao ano passado, conforme a consultoria. Há um ano, a colheita estava em 50% e 45%, respectivamente. "Além do atraso no plantio, as temperaturas mais amenas agora em julho têm dificultado a perda de umidade dos grãos em algumas áreas."

No Centro-Oeste, o tempo seco tem favorecido os trabalhos e há registro de boa produtividade e qualidade na maioria das regiões, segundo a AgRural. Mato Grosso tem 61% da colheita concluída, seguido por Goiás, com 30%, e Mato Grosso do Sul, com 15%. Em Minas Gerais, a colheita atinge 33%, contra 26% há um ano, destacou a consultoria. Em Unaí, no noroeste do Estado, áreas de sequeiro que sofreram com a estiagem estão tendo rendimento entre 40 e 60 sacas por hectare. A AgRural disse que, devido à falta de chuva em parte das áreas produtoras, Minas Gerais e Goiás são os únicos Estados do Centro-Sul que não devem ter recorde de produtividade neste ano.

A consultoria estima que o Brasil produzirá um volume recorde de 67,2 milhões de toneladas em segunda safra e informa que a projeção será revisada no início de agosto.

Últimas Notícias

 
COOPERATIVISMO IMPRENSA
 
RECURSOS HUMANOS CONTATO
 
 
COCARI
COCARI - Cooperativa Agropecuária e Industrial
Rua Lord Lovat, 420 - Jardim Esplanada
CEP: 86975-000 - Mandaguari - PR
Fone: (44)3233-8800
Entre em contato conosco
Copyright © 2015 COCARI - Todos os direitos reservados